Biografia

3 05 2007

 Peter Weibel é um artista, professor e teórico. 

          Criado no norte da Áustria, estudou francês e cinematografia em Paris. Em 1964 começou a estudar medicina em Viena, mas logo mudou para matemática, com ênfase em lógica.   
    A compilação de Peter Weibel pode ser descrita da seguinte forma: arte conceitual, performance, filme experimental, vídeo arte e arte computacional. A partir de reflexões da semiótica e lingüística em 1965, Peter Weibel desenvolveu uma linguagem artística que o conduziu de uma literatura experimental para a performance. Foi um dos pioneiros na experimentação entre arte e novas tecnologias. Em suas performances ele explora não apenas a linguagem corporal e midiática, mas também filme, vídeo, áudio e ambientes eletrônicos interativos, analisando criticamente suas funções na construção da realidade. Além de tomar parte de projetos com membros do Viennesse Actionism, em 1967 ele desenvolveu, junto com Valie Export, Ernst Schimdt Jr. e Hans Scheugl, o chamado Expanded Cinema. Inspirado pela American Expanded Cinema, ele mostrou as condições ideológicas e tecnológicas da representação cinemática.      

 Peter Weibel seguiu seus pensamentos artísticos usando uma grande variedade de materiais, formas e técnicas. Na metade dos anos 80, ele explorou as possibilidades do computador auxiliar no processamento do vídeo. No começo de 1990 ele criou uma instalação interativa baseada na computação, mostrando novamente a relação entre a mídia e a construção da realidade.        

Em suas conferências e artigos, Weibel comenta da arte contemporânea, história e teoria da mídia, filme, vídeo-arte e filosofia. Como teórico e tutor, ele defende uma forma de arte que inclua na sua história, a história da tecnologia e a história da ciência. Como professor de universidade e diretor de instituições como Ars Electronica, Linz, Institute For New Media, em Frankfurt, e a ZKM/Center for Art and Media Karlsruhe, ele influenciou a Europa com a chamada arte digital, através de conferências, exibições e publicações. Desde 1986, Weibel trabalha como um conselheiro artístico para a Ars Electronica, da qual foi diretor artístico de 1992 até 1995. De 1993 até 1999 foi tutor do pavilhão da Áustria no Venice Biennial. No mesmo período, ele trabalhou como tutor chefe na Neue Galerie am Landesmuseum Joanneum em Graz, Áustria. Desde janeiro de 1999, Peter Weibel é presidente e CEO do ZKM/Center for Art and Media.

Anúncios

Ações

Information

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




%d blogueiros gostam disto: